(51) 3333-4670

Generosidade é uma qualidade que' anda em falta no mundo hoje em dia. Somos cada vez mais individualistas e temos cada vez menos tempo de pensar no que fazer para ajudar os outros. Em um cenário como esse, é possível ensinar seu filho a ser mais generoso? Para a especialista em desenvolvimento infantil Robyn Silverman, é possível.

 

Em seu livro intitulado Powerful Words (Palavras Poderosas), ela fala de sua pesquisa sobre educação e generosidade. Nessa pesquisa, foi feito um currículo especial para ensinar crianças do ensino fundamental a serem pessoas melhores e ajudarem umas às outras. O currículo foi utilizado em nove países e beneficiou a todos os envolvidos.

 

Essas são algumas das ideias que surgiram nessa pesquisa para tornar as crianças mais generosas. E você pode aplicá-las em casa!

 

DÊ O EXEMPLO

 

O primeiro passo para que seu filho seja mais bondoso e queira ajudar os outros é dar o exemplo. Fazendo doações, trabalhos voluntários ou simplesmente ajudando um amigo que precisa, você mostra a ele o quanto é bom estender a mão para alguém e tornar a vida dessa pessoa melhor.

 

INCENTIVE AS CRIANÇAS A TEREM SEUS PRÓPRIOS PROJETOS

 

Sabe aquele sábado à tarde em que seu filho está entediado e quer algo novo para fazer? Use esse tempo para fazer um brainstorming - "tempestade de ideias" - com ele e pensar em maneiras de ajudar alguém.

 

Pergunte quem ele gostaria de ajudar. Outras crianças? Idosos? Pessoas com necessidades especiais? Animais? Mostre as diversas maneiras que existem de ser generoso. Procure por projetos que possam inspirá-lo.

 

Assim, as crianças entendem melhor a importância da generosidade, descobrem o que podem fazer pelo próximo e desenvolvem novos interesses, criando seus próprios projetos.

 

RESERVE UM TEMPO DA CRIANÇA PARA ATOS SOLIDÁRIOS

 

Muitos pais, sem se dar conta, ocupam todo o tempo da criança com atividades extraclasse, sem reservar algum período para atos de generosidade. Diga que está orgulhoso dessas atitudes, e ajude-o a reorientar seu tempo para conseguir conciliar estudos, vida social e trabalho voluntário.

 

Mostrar que sempre há tempo e espaço para ajudar o próximo é uma maneira de ensiná-Io a ser mais generoso.

 

Depois que seu filho começar a se envolver em ações de generosidade, você nem mesmo precisará pedir que ele continue: ser generoso atinge não apenas quem é ajudado, mas também quem está ajudando.

 

Quem faz trabalho voluntário se sente melhor consigo mesmo, fica com a autoestima mais elevada e com a sensação de dever cumprido no fim do dia.

 

Ser generoso vai deixar seu filho mais feliz, vai fazer com que ele aprenda mais sobre o mundo e conheça outros pontos de vista, e vai aguçar seu interesse por diversas áreas - como a sustentabilidade, a medicina e as ciências sociais.

 

São pequenos atos que podem incentivar seu filho a ser mais generoso e ajudar a criar um mundo melhor.

 

Fonte: HEMOCORD MAGAZINE | 2018-2019

 

 

Arquivo do Blog