(51) 3333-4670
banneral banneral2 banneral3

Lipidemias são gorduras no sangue. Se, por um lado, têm um aspecto positivo - pois armazenam a energia que precisamos para viver -, por outro, quando em níveis alterados, podem causar sérios problemas à saúde, aumentando o risco de doenças cardiovasculares.

 

O colesterol e os triglicerídeos são as lipidemias mais comuns, cita o cardiologista e cirurgião cardiovascular, Wagner Michael Pereira. Quando a quantidade normal das gorduras no sangue está alterada, pode levar à arterosclerose - inflamação das artérias, infarto e acidentes vasculares cerebrais, com graves consequências. Sedentarismo, consumo excessivo de gordura saturada, produtos de origem animal e carboidratos, bebidas ricas em açúcares e alcoólicas contribuem para a elevação dos triglicerídeos e aumento do colesterol. No entanto, o médico observa que também existem fatores genéticos que predispõem a este quadro, igualmente determinadas doenças, como diabetes e obesidade.

 

Colesterol: o bom e o ruim

 

O colesterol é uma gordura que está presente nas células e é importante para o bom funcionamento do organismo. Protege as membranas das células arteriais e influencia na produção dos hormônios masculino e feminino (testosterona e estrogênio, respectivamente). O cardiologista explica que existem dois tipos de colesterol, os quais se diferenciam pelo tipo de proteínas que os transportam: "O colesterol bom (HDL) retira a gordura dos tecidos e artérias e a conduz para ser metabolizada no fígado, já o mau colesterol (LDL) se acumula nas paredes das artérias, formando placas de gorduras que reduzem o fluxo sanguíneo, podendo causar infartos e AVCs".

 

  • Devemos medir os níveis de colesterol e triglicerídeos a partir dos 20 anos. Triglicerídeos: o ideal é abaixo de 150 mg/dL. Colesterol: Bom (HDL): acima de 40 mq/dl: Ruim (LDL): abaixo de 130 mq/dl
  • Para baixar o colesterol ruim, evite alimentos gordurosos e jamais consuma gordura hidrogenada (trans). O organismo não metaboliza essa gordura.
  • Movimente-se: caminhe por pelo menos 30 a 40 minutos, três vezes por semana. ( c põem a este quadro, igualmente determinadas doenças, como diabetes e obesidade.
  • Mantenha dieta equilibrada. Dê preferência a alimentos ricos em fibras, peixes, leite desnatado, arroz e massas integrais, frutas, legumes e verduras.

SOBRE a MÉDICA

Possui graduação em Medicina pela Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (1993) e especialização profissional em...

A CLÍNICA

Av. Goethe, 21 conj. 604 - Moinhos de Vento | Próximo ao Parcão | Aceitamos...

DOWNLOADS

BAIXAR