(51) 3333-4670
banneral banneral2 banneral3

Uma ação rotineira, tão presente no nosso dia a dia que chega a ser automática. Pelo menos, assim deveria ser. O ato de lavar as mãos pode até ser simples, porém é extremamente eficaz para prevenir infecções e a transmissão de micro-organismos que causam doenças.

 

Já pensou em quantas pessoas ou objetos tocamos em nossas atividades diárias? Seja em cumprimentos interpessoais, maçanetas, transporte público, folheando jornais e revistas e por aí vai. Pois, simplesmente higienizar as mãos - termo moderno que contempla o uso de água e sabão, álcool e antissépticos - é uma prática importante que evita contaminações, em qualquer ambiente - profissional, hospitalar, em casa e, principalmente, quando se tem contato ou cuida de pessoas que já estejam com a saúde debilitada.

 

O infectologista Cezar Vinícius Würdig Riche, gestor do Serviço de Controle de Infecção do HED, explica que "existe uma série de micro-organismos presentes em nossa pele, que podemos adquirir ou transmitir através do contato, chamados microbiota transitória. Muitos desses micro-organismos são capazes de causar doenças, como o Staphylococcus aureus, muito associado a infecções de pele". O mé- dico alerta que o contato também é a principal forma de transmissão das chamadas "superbactérias", como o Acineiobecter, a Pseudomonas aeruginosa e, mais recentemente, a Klebsiella pneumoniae.

 

Fonte: Revista Saúde | edição 93

SOBRE a MÉDICA

Possui graduação em Medicina pela Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (1993) e especialização profissional em...

A CLÍNICA

Av. Goethe, 21 conj. 604 - Moinhos de Vento | Próximo ao Parcão | Aceitamos...

DOWNLOADS

BAIXAR