(51) 3333-4670
banneral banneral2 banneral3

Sim, pode. Médicos, cientistas e pesquisadores, em todo o mundo, estudam cada vez mais a relação entre os diversos tipos de alimentos com as variadas manifestações de câncer tanto na prevenção como na gênese da doença. “Guia publicado pelo Fundo Internacional de Combate ao Câncer, que atua junto à Organização Mundial de Saúde e ao Instituto Americano de Pesquisas sobre Câncer, aponta esta tendência científica, incentivando que as pessoas valorizem na sua nutrição cotidiana alimentos que podem impedir a alteração das células”, observa o médico nutrólogo Paulo Francisco Henkin, chefe do Serviço de Nutrologia do Hospital Ernesto Dornelles.

 

Considerada uma prática inovadora, a relação entre alimento e câncer ganha espaço como informação e alerta. Por isso a Revista Saúde traz, aos seus leitores, as mais recentes dicas de como podemos prevenir alguns tipos de câncer, por meio de um estilo de vida e alimentação mais saudável.

 

Alimentos que ajudam a prevenir o câncer:

 

  • Alho e cebola: provável relação com a redução do câncer de estômago e intestino.
  • Verduras e legumes: provável relação com a redução do câncer de esôfago, estômago, boca, faringe e laringe.
  • Frutas: provável relação com a redução do câncer de pulmão, boca, faringe, laringe, esôfago, estômago e intestino.
  • Alimentos ricos em betacaroteno, como cenoura e abóbora, podem reduzir o risco de câncer de pulmão.
  • Alimentos ricos em fibras, como frutas, verduras, feijão, lentilha, grão de bico, ajudam a reduzir o risco de câncer de intestino.
  • O tomate contém o licopeno, uma substância flavonóide que ajuda a prevenir o câncer de próstata.

 

Alimentos que podem ter relação com a incidência de câncer:

 

  • Carnes processadas, como embutidos, apresentam nos estudos relação com o aumento do risco de câncer de intestino.
  • Ao fazer churrasco, evite assar a carne muito próxima à brasa. A carne queimada produz nitrosamina, substância que tem correlação com o câncer de intestino.
  • Cuide alimentos que possam conter mofo, como aveia ou amendoim. Os fungos contêm afloxina, substância que oferece risco de câncer de fígado.
  • Evite bebidas muito quentes. O ideal é não passar dos 70 graus. Isso ajuda a evitar câncer de esôfago.

 

Fique atento:

 

  • Inclua no seu cardápio as frutas, verduras, legumes e grãos. Estes alimentos contêm fitoquímicos que protegem o organismo contra a malignização das células.
  • Além da variedade dos alimentos, prefira os integrais para arroz e pão.
  • A amamentação ajuda a reduzir o risco de câncer para a mãe e a criança. O leite materno é um valioso alimento natural.
  • É melhor comer menos e mais seguido do que comer muito em poucas vezes. O ideal é fazer cinco refeições diárias, em quantidades menores e balanceadas.
  • Sempre vale lembrar: evite o fumo, bebidas alcóolicas em excesso e pratique atividades físicas.
  • Uma alimentação de qualidade vai tornar sua vida melhor, mais produtiva, com muita disposição.

 

Fonte: Revista Saúde - março2016

SOBRE a MÉDICA

Possui graduação em Medicina pela Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (1993) e especialização profissional em...

A CLÍNICA

Av. Goethe, 21 conj. 604 - Moinhos de Vento | Próximo ao Parcão | Aceitamos...

DOWNLOADS

BAIXAR